Má fé, demagogia, populismo chic, areia para os olhos.

Digo eu que a cada dia menos sei se sou de esquerda ou de direita. Não surpreenderia se a ideia viesse do folclore habitual dos reformistas bloquistas. Incomoda e irrita, vinda do Partido Socialista. Ao que parece, tudo o indica, como na aprovação da Lei do Aborto, o combate prioritário continua a ser a Família. Fome, desemprego, precários, crise económica, salários em atraso? Meros detalhes. Urgente é legislar e ser solidário com os interesses do lobbie gay e avançar, agora, com a legalização dos casamentos homosexuais. Quem se opõe é, de imediato, homofóbico. Assim como não percebo uma certa esquerda que, como no caso do Aborto, opta pela defesa do mais forte, a mãe, contra a do mais fraco, o feto, ( mas se comove e perturba com a aplicação da Pena de Morte ), também aqui não enfio a carapuça e sendo resolutamente contra os casamentos homosexuais não sou, de certeza, homofóbico. Percebe-se a urgência destas lutas ditas fracturantes, vindas do campo da social democracia burguesa inserida nessa pretensa classe média parasitária, como ainda hoje a classifica, com a lucidez habitual, Vasco Pulido Valente. Não serão de certeza as lutas que exige o Povo comum e trabalhador, num País onde tudo só não continua na mesma porque tudo vai piorando, com excepção das GALP que por aí andam.  Pão e circo, eu sei. Mas não recebo lições de moral de quem, na Rua, nunca vi a defender a meu lado a violência contra os homosexuais. Onde já estive. E onde nunca vi os jotinhas de lado nenhum. E onde reclamo o direito de não ser insultado por um bando de imbecis por, em nome dos meus princípios, dizer de forma muito clara: casamentos homosexuais, NÃO! Mesmo sabendo que esta é a agenda do engenheiro e que na calha já estará a legislação sobre a adopção de crianças por homosexuais. Crise? Implosão da Saúde, da Justiça ou da Escola Pública?

 

O inimigo é a Família, pois. Desintegre-se o pouco que resta e com ela os restos desta terra onde pouco já resta. ( Afinal a culpa é sempre dos outros ).

Anúncios

1 Comentário

  1. Muda-se de formato, mas a luta continua com o mesmo fulgor!

    Abraço.


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

  • Blog Stats

    • 61,866 hits