A questão nacionalista, outra vez, de pernas para o ar e

para os do costume, isto de direitas e esquerdas a não ser muitas vezes o que parece ser. Nada contra factos. Mesmo quando alguns não percebem, ou querem perceber, a matriz nacionalista de alguns, face às referências ideológicas de movimentos como este, a realidade não mente. A questão arménia ou kosovar, sim. A explosão xenófoba sul africana. A luta de curdos ou tibetanos. Exemplos não faltam. Mas, bem mais perto de nós, a questionar-nos directamente, a nós Portugal, a situação linguística na Galiza, em protestos de rua, ou a defesa da Identidade nacional da Catalunha. Se conseguirem, tirem conclusões. Enquanto isso a Galp lá vai cantando e rindo. De nós. Como tantos mais, afinal. ( Já agora: sendo da responsabilidade primeira do facínora do Mugabe a morte dos inocentes na África do Sul será que o engenheiro, que o convidou e recebeu, em Lisboa, irá acolher mais uns imigrantes, tipo direito de asilo? ). Imagem do boicote tirada daqui.

Deixe um comentário

Ainda sem comentários.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

  • Blog Stats

    • 61,814 hits