Eu como aprendi o que é a Liberdade e a Democracia com Rosa Luxemburg, acuso.

Concorde-se, ou não. Discuta-se. Debata-se. Tudo o que quiserem. Mas proibir livros, ( e eu sei do que falo, já o vivi ), este, como o da autora inglesa a propósito de Aisha, ( mulher de Maomé tão criticada e detestada pelos xiitas, por acaso ), é puro cinismo cobarde. Quem proibe tem medo. E nunca poderá ter razão.

Anúncios

Deixe um comentário

Ainda sem comentários.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

  • Blog Stats

    • 61,866 hits