Sarah Palin e, por fim, algo realmente novo na campanha americana.

Isto apesar da oratória ( vazia ) do NObama onde, claramente, nada diz de concreto, extasiar a nossa Europa moderna, chic e culta. Abram os jornais ou leiam a exaltação comovida da Ana Gomes nas suas crónicas para o Público, emocionadas, quase histéricas, a propósito do Hussein. Fosse por cá e o homem era um populista. Que o é. Excelente, por sinal. Sendo-me indiferente a questão americana, continuo a gostar mais do McCain por causa dos Beach Boys e pela escolha, agora, de uma mulher que merece um grande aplauso pelo saber conciliar princípios e valores fundamentais com uma visão interessante das questões sociais. A acompanhar, o circo, e lá. Mas ainda há o Pacheco Pereira certeiro na análise crítica do País mas, sem perceber que ser o País assim é um dos motivos porque ele existe. Isso e o cavaquismo que o inventou para intelectual do Regime e que resume tudo o que ele deplora: ausência de escrutínio, tónus crítico, pequenez, fraca vida intelectual, onde todos são primos de todos. Precisamente. Em terra de cegos, sabemos. Curioso, fui ouvir o último do Ney. ” Da ode aos ratos ” a ” transformarem o país inteiro num puteiro “, está lá tudo. Sobre o Brasil do Lula que bem pode ser o Portugal de Sócrates. A net pode dar grandes dores de cabeça a muitos por aí. Pode, pode.

Anúncios

2 comentários

  1. Uma senhora que não se opõe ao ensino do creacionismo nas escolas… mas opõe-se à qualquer restrição contra o uso de armas nos EUA.

    Ou seja: deixem que as escolas ensinem cretinices e que os criminosos possam comprar AK-47…

    http://www.boston.com/news/local/articles_of_faith/2008/08/sarah_palin_on.html

    Para não falar no seu curriculum político recheado de falcatruas…

    http://online.wsj.com/article/SB122002615833483595.html?mod=googlenews_wsj

  2. Cretinices já as escolas ensinam. Como por exemplo ter a Alemanha nazi ter invadido a holanda em 1946. 7º ano.
    Ou que Sousa Tavares é um escritor.
    Agora: é pre-moderna, sim, parece. Pró-Vida e tudo. Gosto. Mas eu sou grunho e não evolucionista, pronto. É a Liberdade e nem todos gostamos do NObama. Eu gosto dos Beach Boys e do Nader, por exemplo.


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

  • Blog Stats

    • 61,866 hits