Eu sei que não soará bem, mas. Chegados que estamos a um ponto em que determinada informação

não chega cá fora e, pior, nas mãos dos editores, mesmo que comprovada e até fotografada ( para evitar a praga dos processos ), não é publicada, quando sabemos de títulos e cabeçalhos de primeira página serem retirados à última da hora, ( sem explicações ), é lamentável termos de recorrer a jornais ditos rascas para apanharmos as pontas a este País onde tudo o que parece, parece que não é. Ao certo, subtilmente, longe do malandro do Putin, o silêncio onde se esconde o que verdadeiramente acontece e nos governa, vegeta em títulos menores. Censura ? Claro que não. Leituras direccionadas e, que se saiba, poucas, não vá a cabeça do Povo resolver começar a pensar. Ao acaso, registei, hoje. Não conheço Mário Machado, não tenho afinidades especiais com o dito, com quem nem sequer simpatizo. Mas: arguido num processo, estranho e confuso, que aguarda sentença, tiro-lhe o chapéu pela coragem das afirmações, falsas ou verdadeiras, registadas no Jornal Crime. Por mero acaso, algumas das suas ” insinuações ” já me tinham sido corrobadas por exalunos da UnI, ainda para mais de cor. Estranho. Quanto ao Freeport, aí, parece, faz bingo. Como o é a falta de consequências políticas e judiciais. As mesmas com que se abordam os nomes de Marinho Pinto, a ausência de reacções do PGR às declarações de Magistrados, sobre o caso Pedroso, mas não só, José Maria Martins e as certidões do processo Casa Pia remetidas para Bruxelas, a defesa de ex- inspectores da Judiciária que, a propósito da Joana, vão ser julgados e acusam o Poder e a Tutela de atacar o nome e a autoridade desta Polícia com fins pouco claros, o livro de memórias do BiBi. A tudo isto, que não cabe nos ditos de referência nada diz pelo menos o Ministro. Ou, os Ministros. O da Justiça e do Administração Interna. Mas ficamos a saber mais sobre o cidadão Pedroso quando este, não ilibado de acusações de pedofilia mas tão só de prisão irregular por erro grosseiro do Juiz, ( aconteceu-lhe alguma coisa ? ), ameaça processar alguêm que escreve num blogue, faz voluntariado,  só lhe ” parando ” o processo contra o pagamento de UM EURO e um pedido de desculpas. Mesquinho, tortuoso, mal formado. Lamento que o bloger citado lho tenha pago. Esta é a gente do Sistema onde realmente Pedroso, como se calhar Fátima Felgueiras, não está a mais. A mais está o Sistema. A tudo isto, não há credibilidade que resista. Algo vai mesmo mal neste canto. Se calhar, tudo, porque tudo começa a não bater certo e, nós, a não conseguirmos mesmo perceber o que, parece, não querem mesmo que se perceba.  Grave, aqui como em tudo, á a aparente e real falta de alternativas. A doença é funda, o vírus parece imparável.  A crise continua, o Mugabe faz-me lembrar alguém e o McCain até tem razão, para pena dos nossos obamistas. 

Deixe um comentário

Ainda sem comentários.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

  • Blog Stats

    • 61,814 hits