Farsa ou mudança para o caso tanto faz. Deprimente certamente. O debate

parlamentar a que a muito o engenheiro nada disse e até fugiu da modernidade. Brilhante, por instantes, Jerónimo a encostar a arrogância néscia de Sócrates à parede. O resto conhece-se. A decadência da democracia burguesa no seu melhor. O Sistema, agónico.  A ( dita ) direita sem conseguir ter um discurso sobre as questões sociais, a ( dita ) esquerda a fugir de um discurso que se torna urgente sobre a segurança. O que se percebe, aliás. Ao certo, sobre a crise, vai-se confirmando a tendência: a esquerda, ao lado de Bush, quer que sejam os contribuintes a pagar as traquinices do Capital. Esperemos que no Congresso norte-americano reine o bom senso e a vontade expressa pelos cidadãos nas sondagens conhecidas. O mercado que se desenrasque e falências para quem falido está. A Propaganda não perdoa e o País em banho maria, sentado numa bolha vulcânica. Adiado, como este, como tudo. Afinal sempre temos a TVI para descontrair: um pivot, ontem no telejornal, a falar de alemões. Uma apresentadora de concursos, hoje, a falar de regulos a propósito de régulos. Isto é imaginação Leonel Carvalho. Mas estou a trabalhar em surpresas mais agradáveis porque, Alhos Vedros nunca aconteceu. Pois.

1 Comentário

  1. Antigamente perdia horas a ver debates da assembleia.agora estes gajos provocam em o vomito.

    um bjo


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

  • Blog Stats

    • 61,816 hits